Mãe australiana luta para banir memes com foto de filho com deficiência

Foto: Reprodução
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
Foto: Reprodução

Décadas atrás, o assédio emocional estava restrito aos amigos, colegas e outras pessoas do nosso convívio. Com o advento da Internet, em tese, qualquer pessoa pode nos fazer bullying. Jameson Meyer é um menino australiano de quatro anos de idade, com uma síndrome que provoca a fusão prematura do crânio, alterando a face e a fisionomia da pessoa portadora dessa doença.

Leia também:
Maconha é 144 vezes menos mais perigosa do que o álcool

AliceAnn, mãe do garoto, mantém um blog para contar a história de Jameson e de como a família lida com a doença e as dificuldades trazidas pela situação. Em 2014, ela publicou uma foto do guri com o rosto coberto de chocolate. O que deveria ser uma celebração da alegria de uma criança virou motivo para piadas e chacota online. A ideia da mãe foi justamente fazer um alerta contra quem debocha do filho dela e fazem montagens com o rosto de Jameson.

O efeito foi o oposto: pipocaram montagens comparando a face de Jameson a um cachorro pug. AliceAnn então fez um outro post, dizendo que os assediadores não podiam usar a foto do menino. Muita gente apoiou a atitude da mãe e ajudou a denunciar as montagens cretinas. Num trecho do post, ela pergunta, sem conseguir achar uma resposta razoável: O que leva as pessoas a terem esse tipo de comportamento na Internet?

Segundo a mãe, as empresas de redes sociais também têm sua parcela de responsabilidade. No post, ela critica o Facebook, pois o Twitter e o Instagram rapidamente removeram as montagens. O Facebook alegou que o post “não violava os padrões da comunidade” e só removeu as mensagens 48 horas depois das milhares de denúncias contra esse tipo de conteúdo. Para AliceAnn, todos deveriam lutar contra o absurdo que é zombar de uma criança. Está certíssima. O que você achou da atitude dessa mãe?

Siga o Vi na Internet no Twitter: @vi_na_internet

Charles

Jornalista desde 2001. Já cobriu Economia, Meio Ambiente e Tecnologia, com passagem pela Agência USP de Notícias, jornal DCI, MSN, UOL e Yahoo. Já foi correspondente internacional do site Opera Mundi. Mestre em Jornalismo pela USP, dá aula sobre Informação e Novas Mídias na ECA/USP e é fascinado pelas novidades que aparecem na internet.

Comentários

Pin It on Pinterest

Share This