Maconha é 144 vezes menos perigosa do que o álcool

Foto: Reprodução/Internet
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
Foto: Reprodução/Internet

Mais um estudo para apimentar a discussão sobre os perigos das drogas. Segundo uma pesquisa publicada na revista Scientific Reports, a maconha é 144 vezes menos perigosa do que o álcool. Foram analisadas sete drogas no estudo e o álcool foi considerada a mais perigosa em níveis individuais. Em seguida, de acordo com o estudo, vieram heroína, cocaína, tabaco, ecstasy, metanfetamina e por último, a maconha.

Leia também:
Menina de 13 anos põe fogo em apartamento no ES ao tentar matar barata

O diferencial desse estudo foi medir qual é a discrepância entre as sete substâncias analisadas. O risco de morte foi obtido pela comparação entre a dose letal de cada droga e a quantidade usada comumente pelos consumidores. No caso da maconha, a droga teve a razão mais baixa entre a dose habitual e a dose letal e foi a única considerada de baixo risco. Todas as outras seis substâncias foram avaliadas como médio e alto risco.

Desse modo, os cientistas responsáveis pela pesquisa, um alemão e um canadense, sugerem mudanças nas estratégias de combate ao vício em entorpecentes.  Para eles, os governos deveriam focar o combate ao consumo de álcool e tabaco – as portas de entrada para drogas mais pesadas e ilícitas. Os cientistas esclarecem que o objetivo era avaliar a letalidade das drogas – o consumo moderado de álcool é menos perigoso que o uso frequente de heroína, por exemplo. O que você achou dessa descoberta?

Siga o Vi na Internet no Twitter: @vi_na_internet

Charles

Jornalista desde 2001. Já cobriu Economia, Meio Ambiente e Tecnologia, com passagem pela Agência USP de Notícias, jornal DCI, MSN, UOL e Yahoo. Já foi correspondente internacional do site Opera Mundi. Mestre em Jornalismo pela USP, dá aula sobre Informação e Novas Mídias na ECA/USP e é fascinado pelas novidades que aparecem na internet.

Comentários

Pin It on Pinterest

Share This