Internet vicia tanto quanto cocaína

Não é mera força de expressão quando alguém diz ser “viciado em Internet”. Cientistas da Academia de Ciências de Wuhan estudaram o cérebro de viciados em navegar na Internet e segundo a pesquisa, esses jovens apresentaram alterações na chamada “massa branca” (parte do cérebro que contém as fibras nervosas).

A pesquisa analisou 35 homens e mulheres – 17 deles, viciados em Internet. Exames de ressonância magnética revelaram alterações nas partes do cérebro relacionadas a emoções, tomada de decisão e autocontrole. Os resultados são similares aos encontrados em viciados em jogos eletrônicos. (vi no Business Insider)


Foto: Reprodução

Charles

Jornalista desde 2001. Já cobriu Economia, Meio Ambiente e Tecnologia, com passagem pela Agência USP de Notícias, jornal DCI, MSN, UOL e Yahoo. Já foi correspondente internacional do site Opera Mundi. Mestre em Jornalismo pela USP, dá aula sobre Informação e Novas Mídias na ECA/USP e é fascinado pelas novidades que aparecem na internet.

Comentários

Pin It on Pinterest

Share This