Aranha gigante obriga parceiro a fazer sexo oral, senão ela o mata

Cientistas da Eslovênia (pais da Europa Central) fizeram uma descoberta intrigante sobre uma espécie de aranha. Uma aranha nativa de Madagascar (país no sul da África) tem o hábito de obrigar os parceiros a realizar sexo oral durante a cópula da espécie. Se o macho se recusa a fazer isso, ela o mata. De acordo com a reportagem do jornal inglês Daily Mirror, o macho realiza sexo oral na fêmea cerca de 100 vezes durante o acasalamento.

Leia também:
Sem querer, cientistas descobrem como fazer baterias durarem 400 vezes mais

No entanto, mesmo os machos que realizam sexo oral na fêmea correm risco de morte: as aranhas costumam matar seus parceiros após o ritual de acasalamento. Conhecida como Darwin bark, essa aranha de Madagascar é bem maior e mais forte do que os machos da mesma espécie. As fêmeas Darwin bark são cerca de 3 vezes maiores do que os companheiros, explica o jornal inglês.

Os pesquisadores eslovenos descobriram que os machos costumam salivar na genitália feminina antes, durante e depois do sexo. A ideia é mostrar para a fêmea as suas qualidades como amante (e evitar a morte). Fora algumas espécies de mamíferos, como os humanos, macacos, lêmures, golfinhos, o sexo oral é um evento muito raro na natureza, explicam os cientistas.

Siga o Vi na Internet no Twitter: @vi_na_internet

Charles

Jornalista desde 2001. Já cobriu Economia, Meio Ambiente e Tecnologia, com passagem pela Agência USP de Notícias, jornal DCI, MSN, UOL e Yahoo. Já foi correspondente internacional do site Opera Mundi. Mestre em Jornalismo pela USP, dá aula sobre Informação e Novas Mídias na ECA/USP e é fascinado pelas novidades que aparecem na internet.

Comentários

Pin It on Pinterest

Share This